Tratamento do vitiligo focal

Se o vitiligo se manifesta em zonas localizadas, como mãos, rosto, zona genital, etc., recomenda-se um tratamento do vitiligo que combine Meladul Gel e Fototerapia.

Meladul contribui para regular a pigmentação graças ao seu conteúdo em superóxido dismutase, uma enzima presente no nosso organismo que constitui um dos mais potentes antioxidantes naturais.

O tratamento recomendado nestes casos é o seguinte:

  • Em primeiro lugar, aplicar Meladul Gel todos os dias, duas vezes por dia, nas zonas afetadas pelo vitiligo.
  • Uma hora depois de aplicar o gel, e apenas três vezes por semana, utiliza-se a lâmpada UVB de banda estreita respeitando as suas instruções.

Os tempos de aplicação medem-se em segundos e o tempo inicial de exposição é sempre de 29 segundos, porque a pele está despigmentada e corresponde a um Fotótipo I ou II.

O tratamento deverá prolongar-se entre 6 e 24 meses para obter resultados.

Casos de êxito

Fotografias reais de pacientes tratados com Fenadul, Meladul e fototerapia. O período de tratamento oscila entre 2 e 4 meses de duração e foi aplicado em pacientes dos 8 aos 45 anos de idade.

Bibliografía

Vitíligo, actualidad terapéutica

Dr. Agustín Alomar; Joan Dalmau Arias, Esther Roé Crespo. Departamento de Dermatología del Hospital de la Santa Creu i Sant Pau. Barcelona.

Depresión en adultos con vitiligo que asisten a una consulta dermatológica

María Gabriela Blanco | Publicado: 27/03/2010 | Psicología, Dermatología y Venereología, Psiquiatría

Vitíligo

Dres. J.L. Rodríguez Peralto, J. Salamanca y B. Rosales Trujillo

Factores psicobiológicos en vitiligo infantil: Posible rol en su génesis e impacto en la calidad de vida

Rodrigo Schwartz, Juan Enrique Sepúlveda, Teresa Quintana

Nuevas opciones en el tratamiento del vitíligo

F. J. MIQUEL MIQUEL Y A. ALIAGA BONICHE Servicio de Dermatología. Hospital de la Ribera. Alzira (Valencia). Servicio de Dermatología. Hospital General Universitario. Valencia

Actualización en Vitíligo

IntraMed – Artículos – Dres. Alain Taieb y Mauro Picardo. The New England Journal of Medicine, 2009; 130:160-169.

Pago seguro
0